• Facebook: turismolandia
  • Twitter: turismolandia
  • YouTube: turismolandia
  • Picasa: 114282645737297000430
  • Orkut: 16647163016079994473

FacebookMySpaceTwitterGoogle Bookmarks
Puerto Iguazu, Cataratas Argentinas e Dutty Free Imprimir E-mail
Escrito por Beto Torres   

Puerto Iguazú é a cidade argentina que faz fonteira com Foz do Iguaçú, no Paraná. É passagem obrigatória dos brasileiros que visitam foz e que desejam conhecer as Cataratas do lado argentino, ou dos que desejam, como eu, saborear um delicioso e característico bife de chorizo argentino!

Puero Iguazú possui, ainda, um Free Shop, o Dutty Free Puerto Iguazú,  onde são vendidos uma série de itens a preços convidativos. No site do free shop é possíve fazer uma visita virtual e conhecer todos os ambientes do local. Se está pensando em eletrônicos, passe longe daqui, mas para bebidas e perfumes os preços são só um pouco mais caro do que os encontrados no Paraguai, com a diferença que o lugar parece um pequeno shopping e a facilidade para comprar, sobretudo bebidas, compensa. Imagine você no Paraguai batendo perna de loja em loja com um monte de garrafa de bebidas e um peso dos diabos. Imagine agora você saindo do seu hotel em uma vã, comprando suas bebidas com um carrinho de supermercado, sendo pego pela vã na frente da loja e acabar na porta do hotel, na maior tranquilidade. E aí,  vale a pena pagar um pouco mais? E isso sem contar em toda a segurança de comprar um perfume de marca ou uma bebida importada e não ser surpreendido com algo falsificado. O custo da Van ficou em 15 reais.

duttyfree

Voltando ao Cataratas, antes de ir, procure se informar antes do valor da entrada (quando estive lá estava em 70 pesos) e troque pesos argentinos, já que no pagamento da entrada só é aceita a moeda local e não são aceitos cartões de crédito. O site do parque das cataratas argentinas é http://www.iguazuargentina.com/. No interior do parque as lanchonetes aceitam real, mas só dão troco em pesos argentinos e a uma taxa de conversão pior do que a encontrada em casas de câmbio de Foz. Aqui há, ainda, uma peculiaridade na relação Brasil Argentina que não é encontrada em outros lugares. Na imigração através da ponte Tancredo Neves (que separa Foz de Porto Iguazú) a carteira de Habilitação brasileira é aceita como documento de identidade...

Se pretende economizar, deixe as excursões de lado e vá de ônibus (acho que isso tá se tornando a cara deste site, já estou pensando em mudar o domínio para onibuslandia ou coisa parecida). Próximo ao terminar de Foz do Iguaçú, passa um ônibus que leva até o terminal de ônibus de Puerto Iguazú, de lá, saem vans de 30 em 30 minutos que levam até as cataratas argentinas. De taxi você não paga menos de 120 reais, se for para o motorista esperar por 2 ou 3 horas (você vai ter que escolher o que ver no parque), ou de 160 a 180 reais, pra ele te deixar pela manhã e pegar a tarde.  Via agência de turismo, os preços do translado variam de 50 a 75 reais, lembrando que na maiora delas tem que haver número mínimo de pessoas para sair.

Muitas das pessoas que já visitaram, afirmam que as Cataratas do lado Argentino são mais bonitas do que as brasileiras. Na verdade realmente são, mas somente do lado brasileiro é possível ter uma visão panorâmica das Cataratas Argentinas. Para mim, os passeios são complementares, já que ver a panorâmica a partir do lado brasileiro é tão emocionando quanto estar sobre as quedas d´água, ver de perto aquele mundo de água se perdendo na fumaça formada pelo vapor.

puerto1

Dentro do parque argentino existem três roteiros de cataratas, o que leva à Garganta do Diabo, o inferior e o superior. Para fazer cada um destes com tranquilidade, separe duas horas para cada. 

O primeiro roteiro, como o próprio nome já diz, leva a Garganta do Diabo, principal queda d´água do parque. Para chegar até lá, parte do percurso é realizada através de uma linha de trem do próprio parque, e parte é realizada a pé.

puerto7

A distância a pé não é pequena, devendo ultrapassar 1000 metros de caminhada só de ida. A paisagem, entretanto, recompesa a caminhada que é feita, boa parte do tempo, em passarelas sobre o rio.

puerto4

A sensação de ficar sobre a Garganta do Diabo  é simplesmente indescritível.

puerto2

Olha esse vídeo da Garganta do Diabo... Simplesmente demais...

O tour superior passa sobre uma série de quedas secundárias, permitindo uma visão de cima das quedas d´água. Uma parte dele também é realizada através de passarelas sobre o rio.

puerto5

O tour inferior passa pela parte baixa das cataratas, bem próximo ao local da queda.

puerto6

Para quem gosta, o local possui trilhas de até 7 km por dentro do parque - o Sendero Macuco, mas desse eu pouco posso ajudar... não é muito a minha área ;-)

 

Joomla SEO by AceSEF

Comentários

Share on Myspace

Busca no Site

Roteiros Nacionais

Roteiros Internacionais

Dicas

Parceiros

Axepa_logo-bg