• Facebook: turismolandia
  • Twitter: turismolandia
  • YouTube: turismolandia
  • Picasa: 114282645737297000430
  • Orkut: 16647163016079994473

FacebookMySpaceTwitterGoogle Bookmarks
Bruges em um dia - bate e volta a partir de Bruxelas Imprimir E-mail
Escrito por Beto Torres   

Bruges é uma cidadezinha localizada no interior da Bélgica que criou fama por ser uma das mais conservadas cidades medievais da Europa. No centro da cidade, você anda por ruas estreitas e edificações centenárias a ponto de se sentir na própria Idade Média. Não por acaso, o centro da cidade foi declarado Patrimônio Histórico da Humanidade pela UNESCO.

São diversas as formas de chegar a Bruges de trem. Você pode sair de Paris, fazer uma "conexão" em Bruxelas e seguir para Bruges (cerca de duas horas e meia de viagem), pode também partir de Amsterdã, numa viagem de aproximadamente três horas e meia, ou seguir de Bruxelas, gastando cerca de uma hora. Li em algum lugar que também é possivel seguir de ônibus, quem tiver interesse, é só procurar pela informação no nosso amigo Google!

DSC07764

 O mais normal é fazer mesmo um bate e volta, já que um dia é suficiente para desvendar todos os segredos da cidade. Sai cedinho de Bruxelas rumo à estação Midi, de onde sai o trêm para Bruges. Uma hora de confortável viagem e estava desembarcando na estação da cidade.

Bruges é pequena... nem pense em alugar carro, pegar taxi, ônibus, nada! A idéia é explorar a cidade a pé! E lá fui eu iniciando a caminhada rumo ao centro da cidade...

 DSC07629

 

Uns 20 minutos de caminhada e lá estava eu, no centro da cidade. A arquitetura das construçõe sé realmente peculiar... por vezes me senti dentro do cenário de um filme. Interessante é que, apesar de antigas, as construções apresentavam um grau de conservação impressionante. 

 

DSC07655

 

E pra ficar ainda melhor, peguei a cidade na baixa estação. Fui em Outubro... não sei se é algo recorrente para o período, mas tive toda a tranquilidade para rodar a cidade e tirar ótimas fotos.

 

DSC07656

Bruges é cortada por canais que a liga, inclusive, a cidades vizinhas, como Gante. Esta característica fez com que Bruges ficasse conhecida como a Veneza do Norte. 

Se falamos nos famosos canais, certamente não podemos esquecer dos românticos passeios de barco. É bom deixar claro que não estou dizendo que o rótulo "romântico" é algo do senso comum sobre a cidade... mas foi a impressão que tive por ver diversos casais de mãos andando pelas ruas.

Apesar de sozinho, não me intimidei e resolvi fazer o passeio. Afinal, como ir à Bruges sem passar pelos seus canais?

 

DSC07668

 

O barco não é muito confortável, mas o tour vale a pena. Paguei alguma coisa por volta de oito euros, nada exorbitante se comparado com os passeios em Veneza.

O passeio te permite ver a cidade de outra perspectiva, basta relaxar e curtir a paisagem. Não é nada muito demorado, creio que deva durar uns 40 minutos... suficiente para cumprir o objetivo e não se tornar enfadonho ou cansativo.  Normalmente, os barcos possuem um guia que comenta sobre as construções interessantes e fatos históricos curiosos.

 

DSC07695

 

Uma das histórias que achei interessante foi a dessas edificações da foto abaixo. São cinco prédios, um do lado do outro, cada um com um estilo diferente de arquitetura... Simplesmente show de bola!

DSC07716

 

Terminado o passeio, lá vou eu de novo me embrenhar pelas ruelas de Bruges. Oportunidade pra comer os saborosíssimos chocolates belgas, regados à cerveja! (antes que me perguntem se combina, deixo claro que nem pensei sobre isso na hora). 

DSC07771

 

Já cumprida as formalidades (passeio de barco, chocolate e cerveja belga - OK), acabei caindo na praça central da cidade. Tinha passado por lá cedo, quando o lugar ainda estava vazio... poucas horas depois a coisa já começava a fervilhar...

DSC07740

 

 E tudo porque estava rolando um tal de festival gastronômico com os melhores chefes da cidade - o Kookeet... nada mal para quem sequer tinha idéia que existia esse evento. Só aí descobri onde estavam todos os turistas... de batendo entre os corredores das barraquinhas montadas na praça central. Você comprava cartelas de 20 tíquetes que valiam para todas as barracas... dependendo do prato escolhido, custava 3 ou 6 tickets. Na verdade não era bemmm um prato... mas uma degustação. Na média, o prato saia por 3 euros.

DSC07783

 

Eram mais de 50 barracas montadas, vendendo o que há de melhor da culinária de Bruges... Para quem viu a foto do festival, cheio de barraquinhas de lona, e pensou que ia comprar cachorro quente ou espetinho, vai aí uma amostra dos pratos... simplesmente terrível!

DSC07788

 

DSC07790

 

Bruges é uma cidade que vale a visita "bate e volta". Não sei se teria muito mais a fazer se ficasse por dois ou três dias, já que conheci praticamente toda a cidade caminhando por suas ruas... talvez, se estivesse acompanhado, valesse ficar mais um dia ;-)

 

 

 
Joomla SEO by AceSEF

Comentários

Share on Myspace

Busca no Site

Roteiros Nacionais

Roteiros Internacionais

Dicas

Parceiros

Axepa_logo-bg