• Facebook: turismolandia
  • Twitter: turismolandia
  • YouTube: turismolandia
  • Picasa: 114282645737297000430
  • Orkut: 16647163016079994473

FacebookMySpaceTwitterGoogle Bookmarks
Santiago à Mendoza - travessia de ônibus pela Cordilheira dos Andes! Imprimir E-mail
Escrito por Beto Torres   

Terminada a estadia no Chile, chegou a hora de rumar para Mendoza, na Argentina. O principal objetivo de cruzar a fronteira entre os dois países de ônibus é cortar a cordilheira dos Andes e curtir algumas das paisagens mais belas da América do Sul.

IMG_1619_1

O terminal de ônibus de Santiago fica ao lado do Hotel Ibis Estação Central (Av Lib Ber O Higgins, 3780). Se pretende se locomover de metrô, você deve descer na Estação Universidad Santiago. O terminal parece uma feira livre, gente se batendo uma na outra e a maior dificuldade de se locomover com a babagem...

DSC01324

As passagens do ônibus para Mendoza foram compradas na internet, no site da Andesmar, ainda quando estava no Brasil, pode comprar com o seu cartão sem medo de ser feliz. No site é possível, ainda, reservar as poltronas,  as poltronas da frente, do lado direito e na parte de cima do ônibus são as que permitem a melhor vista do percurso e, por consequência, as melhores fotos, já que na viagem não há paradas para fotos. Procure, ainda, viajar durante o dia, apesar do sol bater bem na frente das melhores poltronas, a noite não conseguirá curtir as paisagens, principal motivação da travessia.

 DSC01444

E quanto mais o ônibus rodava, mais deslumbrados ficávamos com as paisagens...

DSC01491-1

e a beleza do percurso...

IMG_1683_1

Até culminar com o visual que é a marca registrada da região,  uma sequência espetacular de curvas que permitem que os veículos consigam "escalar" os Andes Chilenos - "Los Caracoles". 

IMG_1704

Destaque para um dos céus mais majestosos que já tive a oportunidade de presenciar...

IMG_1714

Depois de cruzar o Chile, chegamos à Alfandega Argentina. Este foi o único lado negativo na história... foram mais de 3 horas de espera para conseguirmos atravessar, algo simplesmente inimaginável. Depois de mais de 1 hora e meia na fila para imigração (primeiro passa no guichê do Chile e depois no da Argentina), se foram mais de 1 hora e meia só pra eles conferirem as bagagens do ônibus e as bagagens de mão. Por conta do atraso na Alfândega, a viagem que tinha duração prevista de 7 horas, passou para 10 horas.

Aproveite a alfândega argentina para ir ao banheiro e comer alguma coisa, aliás, procure levar água e comida para a viagem, já que não há parada para almoço. Ainda na parada Argentina, fomos servidos no serviço de bordo do ônibus com um sanduíche e refrigerante (natural), mas se aceita o conselho, melhor mesmo é levar algo pra comer.

Quando já não pensamos encontrar nada diferente, já próximo a Mendoza me surge um lado entre as montanhas... sem comentários!

DSC01512

 
Joomla SEO by AceSEF

Comentários

Share on Myspace

Busca no Site

Roteiros Nacionais

Roteiros Internacionais

Dicas

Parceiros

Axepa_logo-bg